Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Uma pausa.

Finalmente entrei em... FÉRIAS!!!

Iupiiiiiiiiiiiiiii!

 

 

Mas acho que voces já se deviam ter apercebido disso devido ao meu "silencio".

São uma mini-férias mas que me vão saber que nem ginjas!

Não sei que dia é, nem que horas são e estou mesmo naquela de relax, tipo "make love, not war".

Desliguei mais ou menos do mundo, principalmente das melguices de gente chata e de trabalho. 

 

Já repus o meu sono atrasado, continuo a repõr energias e a tentar fazer o mínimo possível. Estou mesmo a precisar.

 

Hoje fui ver o novo filme do Harry Potter. Achei um pouco mais fraco que os outros. Falta alguma acção e não gostei da morte de Dumbledore. Ooops! Se calhar isto não era para dizer... Mas também como toda a gente e mais um par de botas já viu, não deve fazer mal... talvez.

No entanto, vale a pena ver o filme. Nem que seja pelo susto que levamos com um "som" que surge numa parte do filme. O pessoal que está a assistir ao filme dá um salto da cadeira ao mesmo tempo. Proeza digna de um Guiness World of Records.

 

Mas enquanto eu estava sugadita a comer as minhas pipocas com o mínimo barulho admissível sem tirar os olhos da tela, havia umas gajas que não tem respeito pelos outros e vá de mandar sms o filme todo. E mais... houve uma fulana que teve o descaramento de atender uma chamada em pleno filmeeee!!!!

E nós ali a gramar a conversa de m%$&da da gaja enquanto víamos o Harry nas suas aventuras!

Não sabem que o telemóvel tem um botão que liga e desliga? E não sabem que a luz do telemóvel enquanto se escreve uma sms incomoda? Pagar uma pipa de massa por um bilhete de cinema para falar ao telemóvel ou mandar sms não vale a pena.

 

Se eu fosse cusca, tinha lido toda a troca de sms. Mas achei que o Harry Potter era mais merecedor da minha atenção e dedicação.

Em Nome do Palavrão

 

 

Não sei se vocês já tiveram conhecimento, eu só tive hoje, do novo serviço telefónico dos CTT. Parece que também entraram no mercado das operadoras móveis. Até aqui nada de mais. É mais uma. E se for de baixo custo, melhor ainda. Nós queremos é chamadas baratinhas, de preferência à borla. Certo?

 

Mas o busílis da questão está no nome. Jamais em tempo algum me ocorreria tal coisa. Até eu teria criatividade e imaginação para criar um nome melhor. O tão controverso nome é phone-ix. Agora leiam lá a palavra depressa… Ah pois é!!! Sou mesmo a palavrão disfarçado. Ora eu quando estou irritada e apetece-me dizer uma asneira cabeluda, digo fónix, ou fokas (adaptação minha!)…

 

Já se imaginaram a ser clientes fónix? “Fónix! Boa tarde, em que posso ajudá-lo?” O que é que isto parece? Que a outra pessoa do lado de lá se entalou e escapou-lhe uma palavrão disfarçado quando afinal é o cumprimento da empresa…

“Ah e tal, qual é a tua operadora de telemóvel?” “Fónix!” “Olha lá, fiz-te algum mal para estares a dizer essas coisas?” “ Não, pá… tas mesmo desactualizado… está é a nova operadora de telemóveis!” “ Ò Manel desculpa lá, mas eu fónix só tinha ouvido o meu puto a dizer lá em casa… não sabia que agora também já se podia atribuir o nome de asneiras a empresas… será desta que eu vou montar a minha loja dos trezentos… até já tou a ver o letreiro Preços do C@#@&%*”.

 

Agora pergunto eu: os nossos criativos têm tão pouca imaginação que têm de utilizar uma imitação fonética de asneiredo para atingir o seu target? Não posso acreditar! Nós até somos um país de idiotas (entenda-se com muitas ideias!)!

E a administração que aprovou o nome? Foi de propósito para gerar polémica ou esqueceram-se do cérebro em casa no dia da reunião? Concerteza estariam a pensar nas próximas férias de Natal passadas nas Maldivas e alguém pensou alto: “Fónix! Tenho que estar aqui nesta seca em vez de estar a dar umas tacadinhas de golfe…” Aplauso geral. Está aprovado! E assim nasceu uma nova operadora de telemóveis a partir de um desabafo de alguém entediado!

 

Dizem que esta operadora destina-se a pessoal jovem. Lá está. Substimam-se os jovens e a sua capacidade intelectual. “Fónix! Tu tens um telemóvel da phone-ix?! Eu deitava essa m€rd@ fora… Bueda fatela!

Outro pormenor que se esqueceram… a maioria da clientela dos CTT são idosos. São pessoas antigas, que têm outra mentalidade e no tempo da sua juventude não se dizia palavrões (digo eu!). Oferecem no Natal um telemóvel ao avô. Vai um primo pequeno e pergunta “Ó vô o teu telemóvel é de que operadora?” E o avô engole em seco e responde “Ó filho, o avô não pode dizer porque é uma asneira…” E o puto fica a olhar para o avô a pensar que este pirou da batatinha!

 

Por amor da santa, quando decidirem criar nomes para as coisas, vejam lá se não têm de recorrer a asneiras disfarçadas… Prometem?